Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Na edição de 2018  o  Fórum Social Mundial (FSM),  evento altermundialista organizado por movimentos sociais de muitos continentes, será realizado nesta semana, em Salvador, no Campus Ondina da Universidade Federal da Bahia, e em outros espaços da cidade, como o Parque do Abaeté, em Itapuã, o Parque São Bartolomeu, no subúrbio, dentre outros territórios de diálogo e convergência do Fórum.

Além de ser um instrumento valioso para a troca de experiências e diálogo, o Fórum é um pontapé inicial para a implementação e cobrança de políticas públicas para a sociedade, proposta por quem vive diariamente a realidade de milhões de pessoas de todo o mundo. O Fórum Social Mundial é, de longe, o principal meio de combate ao Neoliberalismo e de promoção dos ideais antiglobalização em todo o mundo.

Neste sentido a Fundação Estatal Saúde da Família apoia as discussões promovidas pelo FSM e o debate de ideias, reflexões, compartilhamento de experiências entre sociedade civil, movimentos sociais e ONGs.

O Fórum não estabelece nenhuma posição partidária nem governamental. A intenção é atrair pessoas e movimentos sociais contrários ao processo de globalização neoliberal.

Neste ano os eixos temáticos são:

  • Ancestralidade, Terra e Territorialidade;
  • Comunicação, Tecnologias e Mídias livres;
  • Culturas de Resistências;
  • Democracias;
  • Democratização da Economia;
  • Desenvolvimento, Justiça Social e Ambiental;
  • Direito à Cidade;
  • Direitos Humanos;
  • Educação e Ciência, para Emancipação e Soberania dos Povos;
  • Feminismos e Luta das Mulheres;
  • Futuro do FSM;
  • LGBTQI+ e Diversidade de Gênero;
  • Lutas Anticoloniais;
  • Migrações;
  • Mundo do Trabalho;
  • Um Mundo sem Racismo, Intolerância e Xenofobia;
  • Paz e Solidariedade;
  • Povos Indígenas;
  • Vida Negras Importam.

O movimento surgiu através de uma associação entre ONGs (Organizações Não Governamentais) brasileiras e o jornal francês Le Monde Diplomatique com objetivo de elaborar alternativas para uma transformação social global. Na origem (2001), foi proposto como um contraponto ao Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, que se realiza anualmente, em janeiro. Atualmente as datas de ambos os eventos não são coincidentes. A ideia era organizar um encontro mundial de pessoas e movimentos sociais contrários às políticas neoliberais do FEM (Fórum Econômico Mundial).

Em sua carta de princípios, apresentada em 2001 ressalta a certeza de que “um outro mundo é possível”, o que representa a crença na reversibilidade do processo de Globalização. O caráter mundial dos encontros, a contraposição dos debates ao atual modelo econômico capitalista, bem como os princípios e regimentos dos encontros.

O FSM ocorreu na cidade de Porto Alegre em várias outras oportunidades. Em 2006, o evento ocorreu simultaneamente em três cidades: Bamakp, no Mali; Caracas, Venezuela, e em Karachi, no Paquistão. Em 2009, ele foi realizado na cidade de Belém, Pará.

Acompanhe a programação do evento no site: https://wsf2018.org/

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.