Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A previsão de nascimento do pequeno Théo Abner era para o próximo dia 20. Mas ele resolveu antecipar a chegada e homenagear a mãe Thaís Santos, de 25 anos. Théo nasceu neste domingo, dia das mães, de parto normal. É o primeiro filho do casal Elias e Thaís, moradores do bairro Teotônio Vilela, zona oeste de Ilhéus. Thaís considera a coincidência da data “um presente de Deus” e assegura que Théo chega para mudar muita coisa. Autônoma, ela sabe que a rotina a partir de agora será outra. A missão de tornar-se mãe exigirá dela um novo caminho “De fato, uma experiência diferente, especial. Me sinto uma nova pessoa, mais alegre e com muito mais determinação pela vida”, afirma.

O domingo das mães levou um clima especial parta as gestantes e puérperas internadas no Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, em Ilhéus. Nas primeiras horas do dia, durante o café da manhã, as puérperas foram agraciadas com um trabalho artesanal feito por elas próprias para homenagear os filhos: porta-retratos com fotos dos recém-nascidos e o “carimbo” dos pezinhos dos bebês. Crianças que ainda não havia tido oportunidade de conhecer pessoalmente os irmãozinhos na UTI foram convidadas à uma visita ao lado das mães que, no dia-a-dia, acompanham sozinhas a evolução dos dos bebês. No corredores do HMIJS, muita música.

Muitas homenagens

Durante toda a semana, uma extensa programação lembrou a importância da data. Teve “Dia de Beleza” com direito a maquiagem, cabeleireiro, massagem e até a construção de um “book”. A proposta, de acordo com a equipe multidisciplinar que organizou o evento, foi resgatar a autoestima, fazer entender que, para além do papel de mãe, as puérperas que aguardam a alta médica dos seus filhos na Unidade Canguru ou na UTI Neonatal, não podem deixar de celebrar o importante papel de mulher na sociedade.

Um culto ecumênico também marcou as comemorações. O evento reuniu o Padre Valdir (representando a Igreja Católica), a Yalorixá Bernadete Souza (representando as religiões de matrizes africanas), a pastora Valci Regina (Igrejas Evangélicas) e Aura Celeste (representando Centro Espírita), que falaram sobre o papel da mulher e da mãe na sociedade. O Grupo Amigos Solidários, representação social que surgiu durante a pandemia para ajudar famílias carentes e ganhou corpo durante socorro às enchentes no sul da Bahia, realizou um “momento surpresa”, com entrega de mimos através de uma parceria com o grupo empresarial de calçados femininos.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.